et
21 de agosto de 2017

Por que ETs?

Quem acompanha a GB já percebeu que andamos numa viagem cósmica, buscando vida inteligente fora da Terra. Das nossas estampas às nossas postagens, contatos imediatos estão sendo testados diariamente por aqui!

Brincadeiras a parte, esse tema estar tão presente não é acaso. Sempre fui fã de livros de ficção cientifica (gosto herdado do meu pai, Pedro, que tem uma coleção extensa de obras desse gênero) e sempre tive como certo a existência de vida fora do nosso planeta. Temos tantos formatos de vidas diferentes dentro no nosso próprio planeta, por que não existiriam mais muitas formas fora daqui?

tim wlaker

 

Mas para além do que eu acredito, existe também uma espécie de esperança nesse meu acreditar. Nosso planeta, tão lindo e farto, parece ter produzido uma espécie igualmente incrível e capaz das mais lindas expressões, mas que em algum momento perdeu a conexão com o todo. Assim como perdeu a compreensão de pertencer a algo maior, deixou de entender que era apenas parte, igual a todas as outras partes, igualmente essenciais.

Será, então, o avanço tecnológico de uma sociedade, necessariamente seu afastamento de tudo que não é palpável? O campo das emoções, do cuidado com outros humanos e terráqueos, com o próprio planeta parecem hoje estar associada a importâncias menores. Extraterrestres, contudo, para aqui chegarem devem possuir tecnologias muito avançadas! As histórias de contatos, entretanto, são em sua maioria, histórias de aprendizado. Não são raras as pessoas que alegam contatos falarem de união, paz, espiritualidade e cuidado com o planeta. Eles reportam seres com grande conhecimento tecnológico, mas também com amplo entendimento de que o que faz bem para um de nós, faz bem para todos nós.

Acredito, portanto, que o avanço tecnológico pode e deve ser aliado de um crescimento social mais inclusivo e responsável. Mas acredito, também, que nós humanos estamos longe de alcançarmos esse equilíbrio. E é ai que entra minha esperança de um contato maior e mais direto com outros seres! Quem sabe ao nos vermos como um pequeno ponto dentro de um sem fim de outras civilizações nós coloquemos em perspectiva o que realmente importa.

No imaginário da GB esses seres vem em missão de paz, nos mostrar nossa insignificância, mas também o valor de cada uma das vidas que por aqui andam. Eles vem nos ajudar a construir um planeta mais justo e amoroso, que é no que acreditamos por aqui.

Entra com a gente nessa nave? (me senti a Xuxa agora hahahaha)

 

Gabriela Basso

Veja todos os posts de .

    Deixe um comentário